• MinaArt

Precisamos falar sobre Pink Tax

Atualizado: Mar 17

Você conhece esse termo que afeta diretamente a vida financeira das mulheres?!

Você conhece o termo Pink Tax (em português, Imposto Rosa)? Ele se refere ao valor que as mulheres pagam a mais por produtos considerados femininos. O nome é proveniente do fato de que muitas vezes a única diferença que justifica a diferença de preço entre um produto feminino e um masculino é ele ter a cor rosa!

A Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM) realizou um estudo em 2018 que comprovou que os produtos e serviços destinados ao público feminino são 12,3% mais caros, em média. Nos EUA, o Consumer Affairs (DCA), em parceria com a Prefeitura de Nova York, analisou 794 produtos, de 35 categorias diferentes (entre brinquedos, roupas para crianças e adultos, itens de cuidados pessoais e de saúde para idosos) e 90 marcas. A conclusão foi que as mulheres saem em desvantagem em 30 dessas categorias. Em média, os produtos femininos são 42% mais caros em relação aos masculinos. Na categoria de higiene, os produtos femininos chegam a ser 13% mais caros! Um estudo semelhante foi feito no Reino Unido e o jornal The Time identificou que os produtos femininos custavam, em média, 37% a mais. Entre aqueles que ficaram mais caros apenas por serem rosas estão lâminas, canetas e roupas.

Segundo o estudo da ESPM,a Pink Tax atinge as meninas desde a primeira infância a roupa de bebê feminina é cerca de 23% mais cara. Porém, a diferença de preços é permitida pelo Procon, mesmo que o item seja o mesmo, mudando apenas a cor.

Ademais, o preço mais alto resulta em uma tributação proporcionalmente maior. Em um país como o Brasil em que segundo o IBGE as mulheres ainda recebem 20,5% a menos do que os homens, isso pode ser bem prejudicial para o bolso da população feminina.

A professora Leda Machado – que estudou temas relacionados a Gênero em seu PhD. em Sociologia e Mestrado em Economia pela University College London – diz que o fato da Pink Tax se encontrar majoritariamente nos itens de cuidados pessoais diz muito sobre o que a sociedade requer da mulher. “Existe uma expectativa de que vamos fazer tudo e que precisamos estar sempre lindas. Somos avaliadas e julgadas pelo físico o tempo inteiro. Já o homem não tem esse problema”, aponta.


Escrito por: Júlia Abi-Sãmara

11 visualizações0 comentário